ATENÇÃO PARA A 1ª FASE DA OBMEP

FIQUE ATENTO PARA A 1ª FASE DA OBMEP, VOCÊ ALUNO FAZ A DIFERENÇA......

EXAME NACIONAL DO ENSINO MEDIO

FIQUE ATENTO PARA AS DATAS DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MEDIO, É VOCÊ A CAMINHO DO ENSINO SUPERIOR......

ATENÇÃO PARA A OBFEP 2016

Olimpiada Brasileira de Física - Sociedade Brasileira de Física......

Pesquisa no Google

Carregando...

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Lista de espera para estudantes não convocados recebe adesões até a próxima sexta-feira, 17

Os estudantes que se inscreveram no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre e não foram convocados na chamada regular têm prazo até a próxima sexta-feira, 17, para aderir à lista de espera do sistema.
A convocação de estudantes com base na lista de espera está prevista para o dia 23. O sistema divulgou o resultado da seleção na segunda-feira, 6. Esta edição do Sisu contou com 871.358 inscritos para uma oferta de 56.422 vagas.
O Sisu é o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As notas do exame selecionam candidatos a vagas em instituições de todo o país.

FONTE: portal.mec.gov.br
Assessoria de Comunicação Social

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Ensino de Língua Portuguesa avança no Pará

Ler e escrever é algo tão natural depois que se aprende que nem parece ter exigido todo um aprendizado anterior por parte de crianças, jovens e  adultos. Mas é justamente nesse processo de assimilação do valor da leitura e da escrita no dia a dia por 700 mil estudantes em mil escolas públicas estaduais nos municípios paraenses que atuam profissionais da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Como exemplo de que estudar Língua Portuguesa (gramática, redação e literatura), deixou de ser um bicho papão na rede estadual, redações de alunos têm tido destaque em eventos de cunho pedagógico, além de boas notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). E os alunos saúdam o 10 de Junho, Dia da Língua Portuguesa.

A partir de iniciativas pedagógicas e estratégias planejadas mobilizando gestores, professores e pedagogos, os processos seletivos da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade do Estado do Pará (UEPA), este ano, registraram que 60% das aprovações foram de estudantes de escolas públicas. Outra conquista dos estudantes da rede estadual se deu no recente concurso de redação da CBF sobre a Copa Norte de Futebol teve como vencedora a estudante Oziane Rebeca Miranda da Costa, 15 anos, da Escola Estadual Justo Chermont.

Identificação
É da  própria Justo Chermont a orientadora da aluna Luana Monteiro da Silva, 12 anos, vencedora da redação do Ensino Fundamental no V Concurso de Redação do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral) em parceria com a Seduc. No caso, a professora Josiana Rêgo Ferreira, que trabalha com os alunos “a leitura e a escrita junto e sua relação com a arte, com o teatro, com o lúdico”.

“Aí, eles passam a se identificar mais com a Língua Portuguesa, passam a entender que não são apenas regras gramaticais, saber falar direitinho; eles entendem que é também se expressar a alegria, a tristeza, defender o que pensa”, ressalta Josiana.

Talentos
O gosto pela leitura e escrita chega a locais longínquos no Estado, como a Comunidade Rio Quianduba, na região das ilhas no município de Abaetetuba. É lá que reside a primeira colocada no concurso de redação do Simineral, a estudante Alessandra Sousa da Costa, 15 anos, no 2º ano do Ensino Médio do Anexo Dionísio Hage da Escola Basílio de Carvalho II.

Filha de pai de lavrador, Alessandra contou ter descoberto a leitura na escola. “Os professores sempre nos orientaram sobre a leitura e pesquisa”, afirma a estudante. A mãe da jvoem, a costureira Antônia Costa, acompanhou a filha na premiação no concurso em Belém, na quarta-feira(8).

Na mesma escola de Alessandra estudam filhos de pescadores, peconheiros, agricultores e pescadores, básicamente. “Os estudantes se esforçam, acordam cedo paa toma o transporte escolar, para vencer distâncias,  a fim de não faltar às aulas”, observa a diretora .

Impulso
As provas do Sistema Paraense de Avaliação Educacional (SisPAE)  em 2015, aplicadas para alunos do 4º e 5º anos, 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, indicaram: que no 4º ano do Ensino Fundamental, a média de proficiência em Língua Portuguesa aumentou 7,4% e em Matemática 4,8%. No Ensino Médio, os alunos do 2º ano tiveram aumento de desempenho de 0,8% e 3,5% em Matemática e Português, respectivamente. Apenas os alunos do 9º ano tiveram um recuo no rendimento de 0,26% em matemática.

“Os programas do Pacto pela Educação do Pará e a integração dos profissionais nas escolas têm contribuído com resultados positivos para a comunidade escolar”, afirmou o secretário adjunto da Seduc, Roberto Silva. Ele ressaltou que a participação dos estudantes na Feira Pan-Amazônica do Livro, organizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Secut), é um incentivo valioso para estudantes descobrirem o significado da leitura e escrita.

Imaginação
Na Escola Estadual Dom Calábria, do Município de Marituba, a professora Bruna da Costa Luz trabalha “a redação, gramática e literatura, com ênfase em leitura e produção textual, através de projeto de leitura, pesquisas e seminários”.  Resultado da iniciativa: um dos alunos orientados por Bruna, o estudante Carlos Eduardo Gomes, foi premiado no concurso de redação.

“Eu gosto de literatura. Descobri que é legal a gente ler quando fui ler um livro do Harry Potter e notei que o livro tem mais detalhes que o filme e faz a gente usa mais a imaginação”, declara Carlos Eduardo.


FONTE: www.seduc.pa.gov.br
Por Eduardo Rocha
Fotos: Eliseu Dias e Fernando Nobre
Ascom-Seduc

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Inscrições para a edição do segundo semestre serão encerradas às 23h59 desta sexta-feira

Os candidatos a bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior têm prazo até as 23h59 desta sexta-feira, 10, para fazer a inscrição no segundo processo seletivo deste ano do Programa Universidade para Todos (ProUni). Até as 18h de quinta-feira, 9, foram registradas 921.103 inscrições de 477.552 candidatos — cada estudante pode fazer até duas opções de curso.
Estudante do último semestre do curso de direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, José Genésio da Rocha Júnior, 25 anos, é um entusiasta do ProUni. Para ele, que conseguiu subsídio de 100%, a iniciativa do governo federal “tem extrema importância” em sua vida e na de sua família.
Após tentar o vestibular para universidades públicas algumas vezes, Rocha Júnior chegou a fazer por um ano um curso técnico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, estado onde nasceu e morou até 2010. Mas ele queria ser advogado. Resolveu tentar a bolsa do ProUni e iniciou o curso dos sonhos em 2011. “Com o programa, tive a oportunidade de estudar com bolsa integral em um dos melhores cursos de direito do país”, afirma.
O estudante avalia o programa como uma importante ferramenta de acesso à educação superior que os jovens de baixa renda e oriundos do ensino público têm atualmente para cursar uma faculdade. “Consequentemente, temos a chance de melhorar de vida e de obter uma profissão”, diz. O ProUni, segundo Rocha Júnior, é uma forma de reduzir a desigualdade social no país por meio da educação.
O estudante Rocha Júnior faz curso de direito pelo ProUni: “Com o programa, tive a oportunidade de estudar com bolsa integral em um dos melhores cursos de direito do país” (foto: arquivo pessoal)
Oferta — Para a edição deste segundo semestre, foram oferecidas 125.442 bolsas, cerca de nove mil a mais em relação ao mesmo período de 2015. Desse total, 68.350 são parciais e 57.092, integrais. No primeiro caso, o governo federal cobre 50% do valor da mensalidade.

As vagas estão distribuídas em 22.967 cursos de 901 instituições particulares de educação superior. Administração (12,5 mil bolsas), direito (8.561) e pedagogia (7.139) são os cursos com maior oferta. Os da área de engenharia somam 14.410.
Para participar do ProUni, o candidato deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015, ter obtido média de 450 pontos nas provas objetivas e não ter tirado zero na de redação. Ao se inscrever, deve indicar o número de inscrição e a senha usados no Enem, além do Cadastro de Pessoa Física (CPF). O candidato pode fazer duas opções de curso e de instituição.
Após o período de inscrições, serão feitas duas chamadas. O resultado da primeira será divulgado no dia 13 próximo; o da segunda, no dia 27. Os selecionados devem comprovar os dados e providenciar a matrícula do dia 13 até o dia 20, no caso da primeira chamada, e de 27 de junho a 1º de julho, na posterior.
Fonte: MEC; Assessoria de Comunicação Social

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Parlamento Jovem Brasileiro - PJB 2016 - inscrições abertas até 10 de junho

Parlamento Jovem Brasileiro - PJB 2016 - inscrições abertas até 10 de junho
A Câmara dos Deputados abre mais uma vez as portas à juventude do país com o Parlamento Jovem Brasileiro - PJB 2016. 
 
O PJB 2016  é um programa desenvolvido pela Câmara dos Deputados em parceria com o Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação – Consed (representando todas as Secretarias Estaduais de Educação).
 
O Parlamento Jovem Brasileiro é realizado anualmente e tem por objetivo possibilitar aos alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados, em que os estudantes tomam posse e atuam como deputados jovens. 
 
A riqueza de aprendizados é grande e os 78 alunos que são empossados como deputados jovens têm a oportunidade de desenvolver habilidades de argumentação e respeito à diversidade de opiniões, além de construir um olhar mais crítico sobre sua realidade. Somados à experiência de convivência com as culturas e cores de todas as partes do nosso país, o PJB potencializa a atuação mais democrática dos jovens e seu protagonismo político. 
 
Parlamento Jovem Brasileiro - PJB 2016.
 
Coordenadores estaduais recebem capacitação para o PJB 2016
 
 

Fonte: Ascom/Seduc/PA

terça-feira, 26 de agosto de 2014

PROBLEMAS NA ESTRUTURA FÍSICA DE NOSSA ESCOLA

A situação de nossa escola após alguns minutos de chuva:






sexta-feira, 24 de agosto de 2012

UEPA 2013

      
 
 
       O Laboratório de Informática da Escola Leônidas Monte está dando apoio às inscrições dos alunos nos processos seletivos da UEPA (Prise e Prosel), dessa maneira, incentiva os alunos do Ensino Médio a progredirem para vida acadêmica.
       Os alunos que ainda não fizeram sua inscrição, procurem os coordenadores do Laboratório de Informática (Reginaldo e Railton), as inscrições se encerram no dia 09 de setembro.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

8ª OBMEP 2012



NOSSA ESCOLA JÁ ESTÁ INSCRITA NA 8ª OLIMPÍADAS BRASILEIRAS DE MATEMÁTICA.  A COMUNIDADE LEÔNIDAS MONTE ESTARÁ SEMPRE EMPENHADA COM A MELHORIA DA EDUCAÇÃO!!!!
GESTÃO, PROFESSORES, ALUNOS, SERVIDORES,... JUNTOS PARA VENCER !!!!

PROFESSOR ADILSON. (COORDENADOR DO LABIN/T)

VÍDEO SOBRE A PREMIAÇÃO EM 2011.

Postagens mais antigas → Página inicial